4 de ago de 2017

BARBÁRIE: Menina de 6 anos é encontrada morta em mala após ser levada de casa, no Rio


O corpo da pequena Agatha Nicole Silva Victorino, de apenas 6 anos, foi encontrado, na madrugada desta sexta-feira, dentro de uma mala jogada num rio no Engenho Novo, na Zona Norte do Rio. A menina estava desaparecida desde as 17h desta quinta, após ser levada do quintal de casa, na Rua 24 de Maio, também no Engenho Novo. Segundo o avô dela, um homem que é conhecido na região foi quem pegou a garota.

— Minha neta brincava no quintal de casa com os irmãos quando esse homem chegou. Ela era uma menina muito simpática e, como ele era conhecido de vista, acabou indo com ele. Logo vimos que ela havia sumido e começamos a procurar — contou Robson Ferreira de Araújo, de 54 anos.
Moradores da região viram um homem moreno — com cerca de 1,70m e que carregava uma mochila colorida — arrastar uma mala e jogá-la no rio. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para o local. A mala foi retirada da água e, dentro dela, estava o corpo da menina.
O cadáver de Agatha Nicole já se encontra no Instituto Médico Legal (IML). O avô dela disse que a família, agora, espera que o suspeito seja logo preso.
— Estamos todos arrasados. A mãe dela está medicada. Todas as nossas forças agora estão concentradas em encontrar esse homem. Ele tem que pagar pelo que fez. Foi tão frio que chegou a participar das buscas. Depois, sumiu. Como alguém tem coragem de fazer uma coisa dessas com uma criança indefesa? — desabafou Robson, emocionado.
As investigações sobre o caso ficarão a cargo da Divisão de Homicídios (DH).

Comoção nas redes sociais

Em redes sociais, muitos lamentaram a morte da menina. Em postagens sobre o caso, as pessoas aprovitam, também, para dar condolências à família de Agatha.
"Quanta maldade com um ser tão indefeso, que Deus conforte o coração dos familiares".
"Como uma pessoa pode fazer isso com uma criança? O mundo está acabando e ninguém tá vendo isso".
"Senhor!!!!! O quê é isso que estamos vivendo?".
"Sem palavras".

Um comentário:

  1. Alguém tem que fazr justiça a esses tipos de crimes. Não digo justiceiros cafagestes, mercenários, que matam só por prazer de matar, que matam por qualquer roubo, sem dó nem pena, só pelo pretexto de matar ou matar. O que digo é que está faltando alguma associação do bem, agir onde este poder merda não está atuando, porque crimes como esses não dão em nada e o cara entra e sai da cana e continua a cometer barbaridades. É unânime a opinião soberana popular que um androide desse tipo não pode prevalecer não pode existir, tem que sumir, ser exterminado. Além do imensurável sofrimento que ele causou a essa garotinha, causou permanentemente a família dela, fora o que ele provavelmente já causou a outras criancinhas. Tem que no mínimo ser jogado aos formigueiros, sofrer cada segundo por um longo tempo, porque cadeia é refresco pra esse filho da puta. A justiça brasileira mesmo se fosse muito justa não seria capaz de fazer uma justiça a contento com esse androide verme monstro. Precisamos de uma justiça que diga: Não, não prende ele não, queremos conhecê-lo pessoalmente para dar um bom exemplo para covardes filhos da puta que pensam em cometer algo do tipo. Se os monstros não se intimidam, continuam em suas empreitadas. Esse é o grande problema.

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise